Categorias:

Cotação das criptomoedas, entenda como funciona.

Você já deve ter percebido que as moedas variam de valor de uma corretora para outra. Mas por que elas têm essa variação e como funciona a cotação das criptomoedas? 

Primeiramente é necessário entender que o preço de uma criptomoeda sempre é definido baseado na última negociação realizada em uma exchange (corretoras que negociam criptoativos). 

Quando o preço sobe, é porque muitas pessoas estão demandando esse ativo. Ou seja, quanto mais pessoas querem comprar um determinado ativo, mais fazem com que o preço suba. E quanto mais pessoas querem vender esse ativo, mais fazem com que o preço caia. Isso significa que o preço se dá exclusiva e unicamente pela lei da oferta e demanda.

Principais fatores que justificam a cotação das criptomoedas ser tão volátil

O hype da mídia: Esse termo é muito utilizado para nomear a empolgação que a mídia transmite para os leitores em relação às criptomoedas;

Perda de confiança nas moedas fiduciárias: As pessoas acabam deixando de acreditar no valor do real e no dólar. Então, procuram uma outra moeda ou ativo; 

A adoção institucional: Grandes instituições e fundos entram no mercado e fazem com que o preço suba pelo fato deles comprarem um grande volume de criptomoedas de uma só vez;

Escassez das principais moedas: O bitcoin, por exemplo, é uma moeda relativamente escassa no mercado, geralmente pertencendo à poucas pessoas com uma grande quantidade;

Fear of Missing Out (FOMO): É o medo de ficar de fora. As pessoas começam a comprar porque muitas pessoas começam a falar sobre criptomoedas. Com isso, as pessoas ficam com medo de ficar de fora e perder boas oportunidades;

Crises mundiais fazem com que as pessoas comecem a comprar ativos diferentes como garantia de rendimento.

Como o preço é determinado? 

O preço sempre se baseia pela última negociação realizada. Por exemplo: digamos que, ao verificar a cotação do bitcoin (BTC), você o encontra no valor de US$20 mil, ou seja, 20 mil dólares (USD). Isso significa dizer que a última pessoa que comprou o bitcoin, comprou 1 BTC por 20 mil USD (ou uma fração proporcional desta cotação).

As criptomoedas são ativos descentralizados negociados por diversas corretoras pelo mundo e por isso não existe um preço único. Cada corretora tem o seu próprio preço e os usuários têm livre comércio para lançarem ordens de compra e venda nas cotações que eles quiserem. Embora sejam geralmente muito parecidos, a diferença de preço pode existir. Era comum você comprar um bitcoin em uma determinada corretora onde o preço estava mais barato para vender em outra corretora por ser mais caro. Hoje, isso acaba sendo mais difícil, pois os valores estão cada vez mais aproximados. Quer saber como comprar bitcoins sem taxas? Clique aqui!

O preço do bitcoin no Brasil

O BTC no Brasil funciona um pouco diferente de alguns países que tem o dólar como moeda oficial. Como o preço das criptomoedas no Brasil basicamente é formado pela taxa cambial brasileira (dólar / real) x  cotação da criptomoeda, o dólar tem total influência na compra do Bitcoin. Então o bitcoin pode atingir sua máxima histórica no Brasil e não atingir necessariamente em outros países, pois o dólar pode estar alto no Brasil e isso impactar diretamente no preço da cripto no país.

Agora que você sabe um pouco mais sobre como é feita a cotação de criptomoedas, que tal saber como funciona na prática? 

Em nosso aplicativo Alter você tem uma conta digital completa onde pode acompanhar a cotação do bitcoin em tempo real, além de comprar e vender as suas frações de bitcoin de maneira fácil, rápida e segura. 

Quer saber mais sobre por que o valor de compra e de venda é diferente,  por que as criptomoedas oscilam seu valor ou como funciona a conversão de criptomoedas? Leia nossos FAQs e matérias no nosso blog para tomar decisões financeiras sábias e começar a investir no seu futuro!

Todos os termos utilizados no mundo dos investidores em criptomoedas estão aqui! Se ainda não é cliente Abra já a sua conta no Alter e aproveite!