Categorias:

Taproot – a mais nova atualização do bitcoin

O Bitcoin tem buscado seu espaço na economia, tendo se tornado uma forte alternativa diante de outras criptomoedas disponíveis no mercado. Nos últimos meses, ouvimos falar que a criptomoeda receberá uma nova atualização depois de 4 anos. Mas será que essa atualização é benéfica? O que muda para o Bitcoin? Leia o conteúdo abaixo para ter as respostas dessas questões!

O que é Taproot?

Muito comentada no mercado de criptomoedas, a Taproot (em tradução livre, raiz principal) é a mais nova atualização do Bitcoin e tem entre seus objetivos a realização de uma modificação focada em privacidade, que permitirá que cada uso do protocolo seja codificado como uma chave pública única e assinatura única, permitindo que outras ações sejam escondidas dentro de um código aparentemente comum.

Ao contrário de uma rede centralizada, que pode ser alterada unilateralmente, uma rede descentralizada como o Bitcoin requer coordenação de uma base de usuários global para fazer mudanças substanciais em seu código. Também requer coordenação intensiva entre as partes interessadas para implantar essas mudanças (conforme evidenciado pelos meses de discussões, não sobre a atualização, mas sobre como colocá-la na prática). Lembrando que a última atualização da criptomoeda ocorreu em 2017 e foi apelidada de “guerra civil”, pois nem todos os mineradores concordaram com o update.

Como funciona a aprovação da atualização?

O Bitcoin não tem dono ou sistema centralizado. É um código aberto. Qualquer um pode fazer mudanças. A implementação das mudanças, no entanto, requer consenso da rede – e isso é extremamente difícil de alcançar. Imagine tentar fazer com que 20 pessoas com diferentes pensamentos e incentivos econômicos concordem em uma mudança simples. Agora, multiplique isso por centenas – senão milhares – e você terá uma ideia de como seria difícil implementar uma alteração significativa. Isso faz com que a rede esteja protegida de qualquer mudança além daquelas que a grande maioria acredita serem benéficas para todo o ecossistema. No caso da atualização Taproot, todos entraram em um raro consenso sobre a implementação.

O que muda para o BTC?

Como dito acima, foi após um raro consenso entre os mineradores da criptomoeda que surgiu a atualização Taproot. Ela trará novos benefícios a fim de melhorar a funcionalidade e o valor da rede.

A atualização do Bitcoin Taproot, se implementada com sucesso, traz consigo mudanças que irão revolucionar o ecossistema da rede. A mais significativa é o aumento da privacidade oferecida aos usuários. O recurso de privacidade da Taproot não afeta os endereços Bitcoin. Em vez disso, torna as transações complexas indistinguíveis das transações simples. Por meio do uso do esquema de assinatura Schnorr, o ecossistema Bitcoin é definido para desfrutar das funcionalidades de contratos inteligentes. Além disso, a atualização do Bitcoin Taproot permitirá taxas de transação mais baixas e tornará as transações na Lightning Network muito mais baratas.

Esses recursos e aperfeiçoamentos serão direcionados para melhorar o valor do bitcoin, fornecendo um incentivo para investidores da criptomoeda.

E você, acha que essa atualização é benéfica para a rede Bitcoin? Comenta aqui pra gente!

Se você quer saber mais sobre a segurança do Bitcoin, confira nosso conteúdo sobre o tema: Bitcoin é seguro? Respondemos às principais dúvidas sobre a criptomoeda.